Fui até a padaria com os braços cheios de tudo aquilo que precisei pegar pelo caminho. Queria 2 sonhos, mas eu carregava tanta coisa, só me caberia mais um na mão. Escolhi o que me parecia mais apetitoso e larguei o outro no balcão. Poderiam ser simples de serem deixados os sonhos de menino, assim como são os de padaria.