Foi o aniversário dela, Brasília querida, e nossa forma de parabenizar é publicando esse post pós-festa!

O tema não é novo, mas pensar sobre ele é sempre pertinente: publicações em literatura infantil sobre Brasília.

Quanto mais, melhor!

Livros não são fonte exclusivas para contar a história da capital.

Na internet temos várias fontes a nosso dispor, mas convenhamos: o livro de literatura tem o tato, o cheiro, o passar de páginas…Um encantamento que os leitores digitais como tablets e computadores não conseguem superar. Assim como a diferença entre receber um abraço virtual e um presencial.

Mas então, vamos à lista!

yhyyy

Título: “Flor do Cerrado: Brasília”

Autora: Ana Miranda

Ilustradora: Maria Eugênia

Editora: Companhia das letrinhas

Ano: 2014

Nível de leitura: intermediário

Sinopse:

As dificuldades da vida num imenso canteiro de obras, o ritmo vertiginoso com que se abriam ruas e se levantavam prédios, as formas da arquitetura de Oscar Niemeyer e as festividades de inauguração, em 1960, são algumas das passagens que se encontram misturadas às observações de uma garota que assistiu a tudo bem de perto.

5d24ba60-e4bc-4a86-a5ca-e49180d8af26

Título: “Brasília de A a Z”

Autora: Tino Freitas

Ilustradora: Kleber Sales

Editora:

Ano: 2010 – Editora Salesianas

2012 – Editora Lê

Nível de Leitura: Leitor em processo

Sinopse:

Nesta obra, o autor procura unir ficção e história para oferecer ao leitor informações, elementos culturais e curiosidade sobre a capital brasileira desde a sua construção até os dias contemporâneas. O diálogo entre pai e filho, que visitam Brasília pela primeira vez, é costurado por palavras-chave, em ordem alfabética, enquanto percorrem a cidade numa corrida de táxi. Além da ficção, pretende trazer notas explicativas sobre a capital federal.

1adas

Título: “O menino que descobriu Brasília”

Autora: Regina Celia Melo

Ilustradora: Al Stefano

Editora: Paulinas Editora

Ano: 2013

Nível de Leitura:

Sinopse: Interpretar Brasília e sua arquitetura arrojada, sob o olhar de uma criança, é o tema de ‘O menino que descobriu Brasília’, de Regina Célia Melo. O pai de Renato foi transferido para Brasília. A princípio, a curiosidade do menino foi maior que a tristeza por deixar sua cidade, seus amigos, e tudo de que gostava. Chegando a Brasília, ele se espantou com os monumentos e tentou entender que arquitetura era aquela que revelava tanta grandeza. Passados os dias, bateu a saudade, e então vieram as respostas…

dasdas

Título: “Brasília – Do concreto ao Sonho”

Autora: Lucília Garcez

Ilustradora: Silvana de Menezes

Editora: Cortez

Ano: 2010

Nível de Leitura:

Sinopse: Em ‘Brasília – Do concreto ao sonho’, a cidade é apresentada ao leitor em suas peculiaridades. Brasília nasceu de um projeto que foi realizado por operários anônimos e personagens que se tornaram famosos na História. Cidade de promessas, carregada de constrastes e esperanças.

 

ftdchgthg

Título: “JK, O Lobo-Guará”

Autora: Alessandra Pontes Roscoe

Ilustrador: Jô Oliveira

Editora: Melhoramentos

Ano: 2010

Nível de Leitura:

Sinopse: JK, O Lobo-Guará é uma fábula em versos sobre Brasília, mas também é uma história sobre superar conflitos, se aceitar e realizar sonhos. JK é um simpático lobo-guará que está dividido entre a vida selvagem e a vida urbana, entre o cerrado e a cidade inventada nas pranchetas do arquiteto. Com bom humor, poesia e a ajuda de uma amiga, ele percorre seu caminho e vai contando a história da construção de Brasília.

trhyrtd

Título: “Lobo-Guará de Hotel”

Autora: João Bosco Bezerra Bonfim

Ilustradora: Laura Mitchell

Editora: Callis

Ano: 2009

Nível de Leitura: Leitor em processo.

Sinopse: No Grande Cerrado, a vida deste Lobo Guará de Hotel não é como antigamente. O leitor vai conhecer além de bicho do mato, e saber como ele se ‘vira’ nessa grande cidade.

aaaaaa

Título: “Menino de Diamantina”

Autor: Lúcia Fidalgo

Ilustradora: Robson Araújo

Editora: Paulus

Ano: 2010

Nível de Leitura:

Sinopse: Com muitas ilustrações, este livro retrata a vida de lutas e vitórias de Juscelino Kubitschek de Oliveira, político brasileiro que se tornou presidente da República de 1956 a 1961.

reterter

Título: “Brasília de cerrado à capital da República”

Autor: Lucília Garcez

Ilustradora: Jô Oliveira

Editora: Cortez

Ano: 2006

Nível de Leitura: (8 a 11 anos – indicado pela editora)

Sinopse: Brasília nasceu de um sonho. Antes dos palácios, monumentos, casas que a formaram, era um grande cerrado, no centro do Brasil, em Goiás, quando o presidente Juscelino Kubitschek começou a construí-la.

saddf

Título: “Brasília em figurinhas”

Autora: Alessandra Pontes Roscoe

Imagens:  Fotos de Alessandra Roscoe, Orlando Neto e Arquivo Público do DF.

Editora: Franco

Ano: 2010

Nível de Leitura: (sete a 10 anos – indicação da editora)

Sinopse: Brasília, com seus cartões postais, aparece diariamente dante de nós nos noticiários de TV, nas fotos de jornais e das revistas. A cidade planejada, inventada para ser a sede da Capital Federal, tem muita história para contar. Parte dessa história este álbum ilustrado pretende resgatar de forma bem divertida, convidando o leitor a brincar de colar figurinhas, descobrir muitas curiosidades e aprender bastante.  Temas abordados: história de Brasília, conhecimento arquitetônico, turístico e étnico.

 

 


Dos livros de colorir e para se divertir, apresentamos três opções para vocês (a Dayla é suspeita para falar, mas vamos dar uma chance rs):

Athos em Cores

A Fundação Athos Bulcão, lançou em 2015, livro para colorir com 10 desenhos do artista. São padrões de painéis em azulejos, pinturas e relevos, acompanhados de informações sobre as características das obras.

O livro pode ser adquirido na loja online:

http://www.fundathos.org.br/loja/produtos/publicacoes/livro-athos-bulc-o-para-colorir.html

Brasília Colorida e Róbi

Ambos publicados pela Isca Editora, são propostas que reuniram artistas da cidade para dois projetos diferentes:

Em “Brasília Colorida” temos nove artistas (Dayla Duarte, Juliana Del Lama, João Rafael Corrêa, Leonardo Simão, Olavo Maciel, Pedro Ernesto, Santiago Mourão, Vittor Ibañes e o coletivo Pântano de Manga.), que aceitaram o convite de criar ilustrações, cujo tema é a cidade, mostrando ícones brasilienses a experiências pessoais vivenciadas aqui. As páginas são destacáveis, possibilitando emoldurar.

Róbi-Passatempos para gente grande”, pode ser também para “gente pequena”, no caso por crianças a partir de 8 anos e adolescentes. Os editores convidaram 10 artistas atuantes na capital (Felipe Cavalcante, João Rafael Corrêa, Júlio Lapagesse, Lucas Gehre, Guilherme Luigi, Neno e Vittor Ibañes e os poetas Patrícia Bagniewski, Patrícia Del Rey e Cauê Novaes, do Coletivo Transverso, e o Nicolas Behr, com projeto gráfico de Pedro Ernesto) e ofertam a experiência de se divertir com passatempos tradicionais, atividades de cortar e montar, brincadeiras de narrativas inesperadas.

Para saber os pontos de venda, segue o link: http://www.iscaprodutora.com.br/#!Onde-comprar-os-livros-Róbi-Passatempos-para-gente-grande-e-Brasília-Colorida/nvknu/56734a360cf2fb0fe5b2d379

Se vocês conhecerem mais títulos que aqui não foram citados, nos envia por mensagem!

Lembrando que a disponibilidade destes títulos, estão sujeitos a suas editoras, distribuidoras e pontos de venda.