Clarissa permanecia. Não por teimosia, mas por ser mulher de abraços breves e perfumes demorados. Não há coisa mais permanente que um cheiro que, verdadeiramente, nos desperte.